AbstractsPsychology

Religiosity as a predictor of moral judgment and the effect of social connectedness on forgiveness

by André Luiz Rabelo




Institution: Universidade de Brasília
Department:
Year: 2014
Keywords: Comportamento humano - aspectos sociais; Julgamento moral; Religião - conflito social; Relações interpessoais
Record ID: 1077686
Full text PDF: http://hdl.handle.net/10482/15927


Abstract

Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2014. O objetivo desta dissertação é investigar a relação entre conectividade social, moralidade e religiosidade. A presente dissertação é composta por dois estudos com o objetivo de explorar algumas das relações entre essas variáveis. No Estudo 1, a relação entre a moralidade, a religiosidade, e a empatia foi explorado em um survey. No Estudo 2, o efeito da conectividade social sobre o perdão foi testado experimentalmente. No Estudo 1, 655 participantes responderam a medidas de julgamento moral, religiosidade e empatia. O Estudo 2 foi um experimento de laboratório com 108 participantes aleatoriamente designados para uma de duas condições (Loving-kindness meditation [LKM] x controle). Os resultados do Estudo 1 mostraram que a religiosidade pode prever os padrões de julgamento moral e que, apesar de uma diferença na severidade dos julgamentos morais ter sido observada entre os participantes religiosos e não-religiosos, esta diferença não foi de grande magnitude, ao contrário do que se poderia esperar de noções de senso comum sobre a moralidade e religião. O Estudo 2 indicou que até mesmo uma breve experiência de conectividade social pode aumentar o perdão e que este efeito não interage com muitas variáveis que prediziam o perdão em estudos anteriores. Ambos os estudos revelaram evidências iniciais sobre as relações entre conectividade social, religiosidade e moralidade. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT The aim of this thesis is to investigate the relationship between social connectedness, morality, and religiosity. The present thesis is composed of two studies with the aim of exploring some of the relationships between these variables. In Study 1, the relationship between morality, religiosity, and empathy was explored in a survey. In Study 2, the effect of social connectedness on forgiveness was experimentally tested. In Study 1, 655 participants responded to measures of moral judgment, religiosity, and empathy. Study 2 was a laboratory experiment with 108 participants randomly assigned to one of two conditions (loving-kindness meditation [LKM] condition x control condition). The results from Study 1 showed that religiosity can predict patterns of moral judgment and that, although a difference in the severity of the moral judgments could be observed between religious and non-religious participants; this difference was not of a big magnitude, contrary to what could be expected from commonsense notions about morality and religion. Study 2 indicated that even a brief experience of social connectedness can increase forgiveness and that this effect doesn’t interact with many variables that predicted forgiveness in previous studies. Both of these studies revealed initial evidence about the relationships between social connectedness, religiosity, and morality.